Colunistas

< voltar
CIÊNCIA EM MINAS Redação
26/May/2020 - 18h00 - Atualizado em 27/May/2020 - 11h02

UFV melhora processos na indústria do leite

Pesquisadoras da UFV criam tecnologia que melhora o desempenho dos processos da indústria de laticínios através do uso da resina Hidroxiopatita


Por CIÊNCIA EM MINAS
Professora Rita de Cássia Superbi
Legenda: Professora Rita de Cássia Superbi

Atualmente, um grande volume de soro de leite é descartado por indústrias de laticínios. No entanto, esse soro é rico em proteínas de altos valores nutricional, funcional e tecnológico. Dentre elas está o GMP, capaz de reduzir desordens estomacais, secreção gástrica e inibir placas bacterianas e de cáries dentárias.

O invento das pesquisadoras Rita de Cássia Superbi de Sousa e Jane Sélia dos Reis Coimbra utiliza a Hidroxiapatita para recuperar a proteína GMP, possibilitando sua aplicação na indústria farmacêutica.

Além disso, a resina pode ser aplicada no descarte do soro do leite, diminuindo o custo do processo para as empresas e a toxicidade que impacta o meio ambiente.

Para saber mais, acesse.

#laticínios#ufv#CiênciaEmMinasFavoritar

Sobre o autor
CIÊNCIA EM MINAS Redação

Ciência em Minas é um projeto da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de Minas Gerais - SEDE MG - e tem como objetivo divulgar resultados de pesquisa e soluções desenvolvidas em universidades e ICT's mineiras.

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.