Notícias

< voltar
08/Set/2016 - 00:00 - Atualizado em 19/Abr/2018 - 15:37

A importância das aceleradoras para o ecossistema de startups

Vinícius Roman, diretor da aceleradora Techmall, explica como é feita a seleção das startups e como funciona o processo de aceleração


Por Paula Isis/Simi
Empreendedores na sede da Techmmal durante o evento "Welcome Aboard" das novas startups.
Crédito: Divulgação

Um estudo realizado pela Associação Brasileira de Empresas Aceleradoras de Inovação e Investimento (ABRAII) apontou que o impacto dessas empresas no ecossistema já é uma realidade comprovada por números e casos de sucesso. A associação fez um levantamento com suas 15 aceleradoras para apresentar os resultados entre os anos de 2012 e 2014.

Segundo o estudo, as 15 aceleradoras analisadas aceleraram 266 empresas desde 2012. Essas startups receberam investimentos direto de R$11 milhões e mais R$ 77 milhões por meio de fundos de investimentos e investidores-anjo. Além disso, 592 empreendedores-fundadores foram capacitados e 923 postos de trabalho foram criados. O faturamento dessas startups alcançou o valor de R$ 36 milhões em 2014.

Ainda de acordo com o levantamento, 75% das startups que passaram por essas aceleradoras possuem produtos lançados no mercado e faturamento sendo que 23% das empresas atingiram o Break Even (o dinheiro gasto foi recuperado).

Em Minas Gerais, a Techmall é referencia em aceleração de startups. Para entender como é feita a escolha das startups que serão aceleradas, o SIMI conversou com Vinícius Roman, diretor da instituição, que, atualmente, está trabalhando com 50 startups, sendo 11 na Techmall e 39 no Seed – Programa do Governo de Minas.

Como faço para ter minha startup acelerada pela Techmall?
Existem quatro formas de ingressar na aceleradora: por meio do Lemonade – programa de pré-aceleração da própria empresa, pelo Startup Brasil por meio do edital do Governo Federal e também através do edital Sesi Senai de Inovação.“Adicionalmente, possuímos parcerias com alguns investidores que investem em algumas startups desde que a aceleração seja feita pela Techmall”, explica Roman.

Cada uma das quatro formas possuem seus próprios critérios de avaliação, vinculados aos editais ou tese de investimento. “Acreditamos que a seleção via Lemonade seja mais efetiva, pois temos o privilégio de acompanhar os empreendedores durante dois meses, enquanto nas demais ainda dependemos muito do projeto escrito em papel e das apresentações orais”, aponta.

Como é o processo de aceleração?
O programa da Techmall é personalizado para cada startup com foco no potencial do empreendedor e na sua maturidade. O objetivo geral, durante os seis meses de aceleração, é proporcionar o crescimento pessoal do empreendedor, o aumento das vendas, a operação independente e o sucesso global da startup.

Primeiramente avalia-se o nível de “maturidade” da startup de acordo com 4 pilares: produto, mercado, recursos e planejamento. Cada pilar é transformado em um plano de ação personalizado. Após a análise individual de todos os pilares, uma avaliação unificada é realizada, apontando quais os principais pontos que devem ser abordados dentro de cada pilar.

Em seguida, é realizada uma análise SWOT (ferramenta que tem como finalidade avaliar os ambientes internos e externos, formulando estratégias de negócios para otimizar o desempenho no mercado), determinação dos KPI’s (indicadores-chave de performance) que são as recomendações e ações para todo o processo de aceleração de acordo com o grau de maturidade da startup.

A execução das atividades
A startup é estimulada a interagir com o time executivo do Techmall com mentores e parceiros estratégicos. Além disso, outras startups e investidores podem potencializar o desenvolvimento da startup para que as metas de execução propostas pelo programa de aceleração funcionem.

Semanalmente acontece um encontro com o gerente individual da startup para acompanhamento e ajuda na priorização das atividades operacionais com registro em ata de cada reunião para documentar o desenvolvimento. No fim de cada mês, a startup recebe um retorno sobre seu desempenho que será avaliado de forma individual, além da avaliação do crescimento.

Número das Techmall

Forma de entrada

Investimento Financeiro Total

Contrapartida (opção de compra)

Lemonade

R$80.000,00

20%

Lemonade

R$40.000,00

15%

Startup Brasil

R$200.000,00 (bolsas do governo) + R$20.000,00 (Techmall)

15%

Sesi Senai de Inovação

R$75.000,00 (Sesi Senai) + R$75.000,00 (Techmall)

15%

Seed

R$80.000,00 (governo)

Nenhuma

#empreendedorismo#aceleradora#startups#biotecnologia#TechmallFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.