Notícias

< voltar
13/Fev/2019 - 00:00 - Atualizado em 12/Fev/2019 - 16:41

Cervejarias de Juiz de Fora ganham incentivo legislativo e tecnológico para expansão

Cidade contará com a “Rota das Cervejas Especiais”; empresas estão adquirindo tecnologias pioneiras no país


Por Redação Belo Horizonte/MG
Crédito: G1/Reprodução

Com objetivo de expandir o ramo de cervejas artesanais em Juiz de Fora, empresários e políticos estão adotando medidas de incentivo à produção. Recentemente, a prefeitura sancionou a lei que permite ao município criar a “Rota das Cervejas Especiais de Juiz de Fora”. O projeto tem o objetivo de incentivar a cultura e a produção da cerveja especial juiz-forana. 

Em novembro de 2018, o mestre cervejeiro Giancarlo Vitale apresentou a “flash fermentação”, uma tecnologia pioneira no Brasil utilizada na Cervejaria Escola Mirante. De acordo com Vitale, a solução permite a aceleração da fermentação primária e secundária, reduzindo de 15 para dois dias o tempo necessário para produção da cerveja.

Desenvolvida pela empresa gaúcha FlashBiotech Brasil, a técnica pode ser utilizada em todos os tipos de cervejas, mantendo os aromas e a qualidade da bebida. Giancarlo credita que a tecnologia pode revolucionar a maneira de fazer a bebida no Brasil e no mundo.

O mestre cervejeiro destacou que o pioneirismo de Juiz de Fora na utilização da nova técnica coloca a cidade em papel de destaque no cenário nacional. Ainda de acordo com ele, outras empresas de Minas Gerais, de São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Ceará, Espírito Santo e Paraná já demonstraram interesse na tecnologia.

De JF para o Brasil

Segundo um levantamento publicado no mês de janeiro deste ano pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Minas Gerais é o terceiro estado brasileiro com o maior número de cervejarias, 115, ficando atrás apenas de São Paulo e Rio Grande do Sul.

Na publicação, as cidades que aparecem em posição de destaque são Belo Horizonte, Juiz de Fora e Nova Lima. 

Evolução e desenvolvimento

Em 2017, Juiz de Fora recebeu o reconhecimento do Arranjo Produtivo Local (APL) das Cervejarias da Zona da Mata pela importância da produção de cerveja artesanal. Segundo o APL, a cidade é a primeira do estado a integrar a política pública de incentivo às atividades relacionadas à cadeia produtiva da cerveja.

A tradição da cidade para produção de cerveja vem desde o século XIX. A primeira cervejaria mineira foi criada em 1861 pelo alemão Sebastian Kunz, onde hoje é o Bairro São Pedro.

Atualmente, a cidade possui 14 cervejarias artesanais cadastradas no Portal do Turismo da prefeitura. No site é possível ter acesso a informações sobre os locais, horários de funcionamento e contatos das cervejarias. No entanto, não há uma divulgação sobre o número total de produtores de cervejas na cidade.

#tecnologia#juizdefora#mercado#expansão#cervejasartesanaisFavoritar

Fonte: G1

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.