Notícias

< voltar
03/Dez/2018 - 17:21 - Atualizado em 13/Dez/2018 - 15:50

Conheça as startups que foram destaque na edição do 100 Open em BH

EuNerd, a startup que pivotou cinco vezes, e VG Resíduos foram as empresas mais atraentes do FINIT Festival


Por Paula Isis/SIMI Belo Horizonte/MG

 

No palco as startups VG Resíduos, EuNerd e Enacom
Crédito: Fábio Veloso/SIMI


Na última semana, mais de 150 startups de todo o Brasil desembarcaram em BH para participarem do Hub Conecta 100 Open Startups realizado durante o FINIT Festival, entre 27 e 28 de novembro.

A edição especial do movimento 100 Open Startups (evento realizado em São Paulo, anualmente) conectou grandes empresas à startups que estavam em busca de investimento ou de novos negócios. No decorrer dos dois dias, as startups realizaram reuniões com empresas, como Hermes Pardini, Grupo Oncoclínicas, Usiminas, Arcelomittal etc. Entre as startups que mais se destacaram estão a mineira VG Resíduos e a paulistana EuNerd.

Especialista em gestão de resíduos, a VG Resíduos é uma plataforma online que possibilita a gestão completa, da geração até a destinação final. Além disso, possui o Mercado de Resíduos, que é um grande mercado, capaz de conectar empresas geradoras, que querem destinar e vender seus resíduos, a empresas tratadoras, que vão reutilizá-los como fonte de renda.  

Guilherme Arruda, CEO da startup, acredita que chegar preparado para um evento como o 100 Open Startup é um dos diferenciais para quem deseja realizar muitas reuniões e estar em contato direto com investidores. “Às vezes, as pessoas vêm para eventos como este sem saber quem são as pessoas das empresas, sem saber apresentar a própria empresa. Isso faz com que você perca a oportunidade de fechar um grande negócios.”

Durante o FINIT Festival, a startup realizou 15 reuniões, todas com potenciais clientes, segundo Arruda. "Já estamos indo para o segundo passo, que é oferecer nossa plataforma", comenta. 

Ao centro está Guilherme Arruda, CEO da VG Resíduos
Crédito: VG Resíduos/Divulgação 

Mudando totalmente de área, a EuNerd é uma plataforma que gerencia e conecta profissionais de TI a empresas, diminuindo, de acordo com a empresa, até 40% dos custos e otimizando a rotina de trabalho dos funcionários. Mas não pense que o modelo de negócio sempre foi sucesso. Criada em 2014, Bruno Okamoto, CEO da startup, conta que antes de chegar a este modelo de negócios, foi preciso pivotar cinco vezes.

“Finalmente depois de quatro anos, achamos um mercado em que nossa solução fazia um efeito de fato e resolvemos mergulhar de cabeça mais uma vez, mas agora a retenção acabou sendo muito maior, o problema que começamos a resolver começou a fazer muito mais sentido e os clientes pagavam muito mais sem pensar duas vezes."

Por meio de uma rede com mais de 12 mil técnicos de informática e infraestrutura, a empresa atende milhares de clientes pelo Brasil prestando diversos serviços e projetos por demanda. “Nossa tecnologia permite que nosso cliente abra, acompanhe e encerre chamados de field service em qualquer localização do país, seja para atendimentos de pontuais, diárias ou projetos”, explica Bruno.

Durante o 100 Open Startups, a EuNerd realizou 20 reuniões formais (marcadas pelo app) e 130 informações, o que garantiu a ela a primeira colocação do ranking. Okamoto afirma que participar do evento foi foi uma experiência muito positiva. “Com certeza nos abriu muitas portas. Mas nossa meta desde o começo do evento não era apenas fazer novos negócios com as empresas mas com "a empresa" pois queríamos chegar entre os dois primeiros lugares para ter 5 minutos com o Shiba do Shark Tank e convencê-lo a ser nosso cliente.” Leia ao final da matéria a reportagem sobre a edição do Shark Tank no FINIT Festival.

Bruno Okamoto é o CEO da EuNerd
Crédito: Projeto Draft/Reprodução

Sobre o futuro, “nossa meta é simples. Queremos nos estabilizar financeiramente, ter uma base de clientes fiéis e ganhar confiança do mercado que estamos atuando. O processo é longo e há muitas pontas para serem ajustadas. Uma vez estabilizado, vamos entrar com novos produtos e novos mercados”, finaliza.

Veja também:

Leia também:

Shark Tank com Camila Farani e Robinson Shiba fecha FINIT Festival com chave de ouro

#100OpenStartups#mercado#FINITFestival#VGResíduos#EuNerdFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.