Notícias

< voltar
11/Fev/2019 - 13:33 - Atualizado em 11/Fev/2019 - 14:31

E-book “Mulher faz Ciência” reúne histórias de pesquisadoras brasileiras

Livro traz perfis de cientistas brasileiras que ganharam reconhecimento internacional


Por Redação Belo Horizonte/MG


Para celebrar o Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência, comemorado no dia 11 de fevereiro, o projeto Minas Faz Ciência (MFC) lançou o e-book Mulher faz Ciência: dez cientistas, muitas histórias. A obra on-line reúne depoimentos de dez pesquisadoras, com diferentes perfis, de vários estados brasileiros. Segundo o MFC, o objetivo do livro é inspirar meninas e mulheres que tenham o desejo de fazer carreira científica.

“Quando nós analisamos os números, as estatísticas, no mundo inteiro, apenas um terço dos cientistas são mulheres. Então, nós ainda temos um problema, sim, de desigualdade”, comenta Rafaela Salgado -bióloga mineira, premiada como talento promissor internacional por suas pesquisas sobre novos medicamentos para doenças negligenciadas pela indústria farmacêutica-, uma das cientistas que tem sua história contada nas páginas do e-book.

Dentre as pesquisadoras que têm sua trajetória narrada no livro, estão cientistas pioneiras como a astrônoma da Nasa Rosaly Lopes, recordista mundial na descoberta de vulcões; e as físicas Márcia Barbosa, da Academia Brasileira de Ciências, e Sonia Guimarães, primeira mulher negra a obter o título de doutora em Física no Brasil.

Também estão retratadas jovens que ganharam projeção nacional e internacional, como a cearense Myllena Crystina da Silva, técnica em meio ambiente que descobriu um novo material para ajudar a conter vazamentos de petróleo; e Ingrid Spangler, estudante de Ciência da Computação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) que foi finalista de uma competição de hacking, modalidade ainda considerada um território predominantemente masculino.

Além delas, completam a lista Fernanda Staniscuaski, bióloga gaúcha, fundadora do projeto Parent in Science; Natália Oliveira, bióloga e pesquisadora da genética forense em Pernambuco, finalista de um concurso de dança promovido pela revista Nature e Priscila Gama, arquiteta mineira, criadora do aplicativo Malalai


Clique aqui para baixar o E-book.

TV Simi

Em agosto de 2018 o Simi acompanhou o 1º Congresso Mulheres na Ciência, na UFMG. Conversamos com três pesquisadoras da universidade que falaram do dia a dia de cientistas que são mães e precisam lidar com a dupla jornada. Assista:

#ebook#MinasFazCiência#mulherescientistasFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.