Notícias

< voltar
15/Dez/2017 - 11:35 - Atualizado em 10/Mai/2018 - 15:30

Embaixadora austríaca busca estreitar relações científicas com a UFMG

Irene Giner-Reichl tem interesse em recursos hídricos e energéticos


Por Redação
Crédito: UFMG/Divulgação

Na manhã de ontem, 14 de dezembro, a UFMG recebeu a visita da embaixadora da Áustria no Brasil, Irene Giner-Reichl, para conversar sobre as relações acadêmicas e científicas entre o país e a universidade. A embaixadora foi recebida pela vice-reitora Sandra Goulart Almeida, no prédio da Reitoria. Segundo a vice-reitora, o encontro tem como objetivo estreitar os laços. “Já temos algumas cooperações. Queremos ampliá-las”, resumiu.

A vice-reitora destacou a possibilidade de estabelecer novas parcerias na área de ciência e tecnologia e na área de meio ambiente, que são as de maior interesse da embaixadora. A UFMG mantém alguns convênios com instituições austríacas, entre eles um acordo de cooperação e intercâmbio com a Montanuniversität, da cidade de Leoben.

Outro assunto que permeou o encontro foram os recursos hídricos, tema de interesse da embaixadora. A vice-reitora mencionou o trabalho realizado pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Recursos Minerais, Água e Biodiversidade, um dos oito INCTs do país sediados na UFMG.

Com a visita, a embaixadora espera colaborar para estreitar relações científicas entre as instituições da Áustria e do Brasil.“O Brasil é um país muito importante para a cultura científica e acadêmica”, afirmou. “Identificamos um grande número de áreas do nosso interesse no país, como água e energia", acrescentou. A embaixadora também citou a possibilidade de se aprofundar a cooperação entre os países no que diz respeito aos programas de mobilidade acadêmica.


Sobre a embaixadora

Irene Giner-Reichl é presidente do Global Forum on Sustainable Energy (GFSE), plataforma público-privada fundada em 1999 para o fomento de diálogos sobre energia ao serviço do desenvolvimento sustentável. Com a visita, explicou a embaixadora, ela espera colaborar para estreitar relações científicas entre as instituições da Áustria e do Brasil.

#ufmg#parceria#academia#aústriaFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.