Notícias

< voltar
07/Nov/2018 - 15:17 - Atualizado em 12/Nov/2018 - 16:50

Empreendedorismo: corra atrás e crie as próprias oportunidades

Palestra na CPMG, durante o Finit Festival, apresentou alguns caminhos que empreendedores podem seguir para encontrar as tão desejadas oportunidades


Por Renato Carvaho/SIMI Belo Horizonte/MG
Aléssio Miranda durante apresentação na CPMG
Crédito: Renato Carvalho/SIMI

Começar um novo projeto sempre é complicado. Por onde começar? Como fazer? Quem pode me ajudar? No empreendedorismo é importante saber identificar oportunidades, principalmente em um ecossistema recheado como o de Minas Gerais.

Na terceira edição da Campus Party Minas Gerais, Aléssio Miranda, fundador da startup Influenzer e professor do Cefet-MG, unidade Timóteo, apresentou um painel sobre como aproveitar o momento certo e agarrar as oportunidades que podem fazer seu negócio turbinar.

Segundo ele, Minas Gerais conta com um ecossistema de inovação robusto e com diversas instituições como incubadoras, pré-aceleradoras e aceleradoras de negócios. “Correr atrás é necessário. Você precisa participar dos eventos e começar a entender como funciona o mundo da inovação. Ter contato com outros empreendedores e especialistas da área é fundamental para abrir sua mente e estar com o radar de oportunidades sempre ligado”, disse.

E oportunidades não se limitam a apenas programas de aceleração, que ajudam a impulsionar seus negócios. O empreendedor aponta que é preciso estar atento a oportunidades de forma geral, como potenciais clientes, sócios, investidores e também ao mercado. “Você precisa validar sua ideia e entender se há um mercado para você atuar. Não existe sorte, nada vai cair do céu. Se você se movimentar, estar nos principais eventos, conversando com pessoas experientes, as coisas podem começar a andar”.

Por fim, Aléssio destaca que não existe uma fórmula para identificar boas oportunidades. À medida em que o empreendedor passa a se envolver com o ecossistema, de forma colaborativa, seu mindset vai se apurando. “Você começa a quebrar a cabeça e pensar em coisas de uma forma diferente”, finaliza.

Influenzer

A startup atua para engajar clientes com marcas a partir de um programa de recompensas. A cada post relacionado a uma marca publicada nas redes sociais, os participantes ganham pontuações. Esses pontos podem ser trocados por benefícios da própria marca.

Confira fotos do evento:

#empreendedorismo#startups#negócios#FINITFestival#finit2018Favoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.