Notícias

< voltar
23/Ago/2018 - 09:00 - Atualizado em 22/Ago/2018 - 18:48

Estudantes já podem se inscrever para o Torneio SESI de Robótica

Edição 2018/2019 desafia jovens a criarem soluções com robótica e lego para a exploração espacial


Por Redação Belo Horizonte/MG
A competição é voltada para estudantes de 9 a 16 anos, de escolas públicas ou particulares
Crédito: SESI/Divulgação

Começou este mês a nova temporada do Torneio SESI de Robótica FIRST LEGO League, um programa internacional de exploração científica, projetado para fazer com que crianças e jovens de 9 a 16 anos se entusiasmem com ciência e tecnologia e adquiram habilidades valiosas de trabalho e de vida.

Nesta edição, o desafio terá o tema Into Orbit (Em órbita) motivando os participantes a pesquisarem sobre as questões relacionadas a viver e viajar no espaço. As equipes vão utilizar conhecimentos, principalmente das áreas de ciências exatas e biológicas para pensar em soluções de robótica relacionadas a temas como foguetes, satélites, comunicação, sobrevivência e aspectos psicológicos de uma viagem espacial, por exemplo.

Os times, de escolas públicas e particulares, devem se inscrever até 31 de agosto na página do Torneio SESI de Robótica. As equipes podem ter de 2 a 10 estudantes, além de dois técnicos, contando com um sendo suplente. A etapa de Minas Gerais será realizada nos dias 16 e 17 de fevereiro.

O Torneio SESI de Robótica FIRST LEGO League fortalece a capacidade de inovação, criatividade e raciocínio lógico, inspirando jovens a seguir carreira no ramo da ciência, tecnologia, engenharia, artes e matemática. Por meio de uma experiência criativa, os competidores são desafiados a investigar problemas e buscar soluções inovadoras para situações da vida real, bem como programar robôs autônomos para cumprir as missões.

#inovação#robótica#sesi#legoFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.