Notícias

< voltar
17/Out/2018 - 08:12 - Atualizado em 17/Out/2018 - 10:49

Palmilha que gera energia elétrica vence Desafio de Startups

Promovido pelo IF Sudeste MG, o desafio teve a equipe EnergyEasy como vencedora


Por Redação Belo Horizonte/MG

O IF Sudeste MG estimulou seus alunos, a partir do Desafio das Startups, a propor serviços e soluções criativas. Para isso, os estudantes elaboraram um projeto de negócio que tinha a inovação e tecnologia como foco. A equipe EnergyEasy, formada por seis estudantes de vários campi, foi a campeã com a criação de um dispositivo de captação de energia acoplado à palmilha de um calçado.

O projeto surgiu da vontade da equipe em fazer algo simples, mas que proporcionasse um maior impacto na sociedade. “A interação e a troca de ideias entre os estudantes de outros campi foi o ponto alto do desafio, além, é claro, das lições que tivemos de como consolidar uma ideia e desenvolver projetos”, explica Laís Alves da Silva, estudante de Sistemas de Informação do Campus Juiz de Fora.

A ideia da EnergyEasy prevê a transformação da energia cinética em energia elétrica ao caminhar. Para isso, a equipe acoplou um dispositivo à palmilha que permite essa captação. A energia armazenada pode ser utilizada, por exemplo, no carregamento de um telefone celular.

Para Rafael Gonçalves, membro do Centro Regional de Inovação e Transferência de Tecnologia (Critt) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e um dos avaliadores dos projetos apresentados durante o Desafio, além da ideia, é necessário verificar a necessidade real de mercado.

“Por isso é importante que as instituições de ensino criem um ecossistema empreendedor, incentivando os estudantes e dando condições para que desenvolva projetos, gerando novos negócios e impulsionando a economia”, avaliou Rafael.

Em consonância, a diretora do Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia do IF Sudeste MG (Nittec), Flávia Ruback aponta que o desafio está alinhado com as ações de empreendedorismo e inovação da instituição. “Nosso objetivo é incentivar os alunos a resolverem problemas reais por meio de soluções criativas, inovadoras e empreendedoras de alto impacto para a sociedade.”

#inovação#startups#energia#desafioFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.