Notícias

< voltar
18/Dez/2017 - 10:17 - Atualizado em 18/Dez/2017 - 10:31

Plataforma vai disponibilizar intérprete de libras em tempo real

Signum vai ajudar deficientes auditivos a serem atendidos em empresas públicas e privadas


Por Redação

A acessibilidade ainda é um ponto que precisa ser bastante trabalhado no Brasil. Mesmo com a Lei de Libras, que obriga órgãos públicos e instituições de saúde a disponibilizar intérpretes para pessoas com deficiência auditiva, muitas pessoas não são atendidas adequadamente.

Diante desse problema, uma empresa está desenvolvendo uma plataforma que dará suporte online, e em tempo real, aos deficientes auditivos. A Signum surgiu de uma iniciativa do universitário Felipe Barros, do 7º período de Sistema de Informação, da PUC Minas. Ele é surdo-mudo, portanto conhece as dificuldades enfrentadas.

A empresa passou pelo Lemonade, programa de pré-aceleração de startups, e poderá ser disponibilizada para empresas públicas ou privadas. Quando o deficiente auditivo chegar a um local que não está preparado para atendê-lo por libras de forma presencial, ele vai poder acessar o sistema por um computador, celular ou tablet. A plataforma, similar ao Skype, vai traduzir a comunicação entre o surdo e o funcionário da empresa.

A Signum tem como foco oferecer o serviço pago inicialmente para organizações que atendam ao público, mas que não têm intérpretes de libras.

#inovação#tecnologia#projeto#acessibilidadeFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.