Notícias

< voltar
18/Fev/2019 - 10:00 - Atualizado em 18/Fev/2019 - 10:11

Programa internacional de combate à fome seleciona startups para aceleração

World Food Programme (WFP), vinculado à ONU, busca soluções inovadoras que ajudem a acabar com a fome no mundo


Por Redação Belo Horizonte/MG
Programa busca negócios com a prova de conceito concluída
Crédito: WFP

O World Food Programme (WFP), ou em tradução livre, Programa Mundial de Alimentos, vinculado à ONU, está selecionando startups com ideias inovadoras que ajudem a solucionar o problema global da fome. A iniciativa dá suporte financeiro, acesso a uma rede de especialistas e uma alcance global para a empresa.

A aceleração do programa é um espaço aberto para testar soluções e descobrir o que funciona para lidar com a fome. “É um lugar onde podemos ser ousados, fracassar e ter sucesso”, diz o site da iniciativa.

Empreendedores podem inscrever suas startups, desde que essas estejam, pelo menos, em estágio de MVP. O foco, no entanto, são negócios já com a prova de conceito concluída. Além disso, a proposta deve apontar como o trabalho com o WFP fará parte de sua estratégia de longo prazo.

Além de apoio financeiro, os candidatos terão orientação, suporte de parceiros e especialistas técnicos e também acesso às operações do WFP.

Como critério de seleção serão levadas em conta inovações que atendam às seguintes expectativas:

  • Impacto e potencial para atingir o Fome Zero
  • Viabilidade, incluindo tempo para gerar impacto, maturidade tecnológica e tração do usuário
  • Nível de inovação
  • Sustentabilidade financeira com um modelo de negócio que não dependa do financiamento do WFP
  • Força da equipe, experiência e comprometimento

A atual seleção tem inscrições até o dia 28 de fevereiro. Os bootcamps de inovação ocorrerão entre 13 e 17 de maio.

Para saber mais e se inscrever, acesse https://innovation.wfp.org/apply.

#inovação#startups#negócios#aceleração#WFPFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.