Notícias

< voltar
11/Fev/2019 - 13:53 - Atualizado em 11/Fev/2019 - 14:33

Projeto promove criatividade e empreendedorismo no Aglomerado da Serra

Lá da Favelinha oferece serviços como cursos, mentoria profissional, atividades artísticas e muito mais


Por Redação Belo Horizonte/MG
Espaço será ampliado em 2019 com recursos angariados em uma campanha de crowdfunding
Crédito: Lá da Favelinha/Reprodução

Consolidado como um ponto de resistência, criatividade e empreendedorismo de Belo Horizonte, o centro cultural Lá da Favelinha, localizado no Aglomerado da Serra, oferece à comunidade dezenas de serviços, como aulas, eventos, mentoria profissional, atividades artísticas e muito mais.

O projeto teve início em 2015, a partir de uma oficina de rap que acontecia há oito anos no aglomerado. A oficina cresceu e o sucesso trouxe novas demandas por atividades que promovessem a cultura na comunidade.

Foi nesse momento que o jovem músico e empreendedor Kdu dos Anjos deu início ao projeto, que atualmente também abriga a grife Remexe Favelinha. Nela, as roupas são criadas transformando, de forma consciente e criativa, peças usadas em itens fashion.

A ideia da grife surgiu com uma oficina do Sebrae, de customização, ministrada para moradores da comunidade. No ano passado a Remexe lançou a sua primeira coleção disponível para venda em todo o Brasil, em parceria com a marca Re-Roupa, de São Paulo. Metade do valor arrecadado por cada peça é repassada para a costureira responsável e a outra metade é reinvestida no ateliê.

Outra iniciativa do Lá da Favelinha é o projeto Garota Hacker, por meio do qual as costureiras do bairro vão aprender mais sobre tecnologia e, assim, mostrar o trabalho que desenvolvem numa faculdade de moda inglesa.

Ampliação

O centro cultural Lá da Favelinha começou 2019 dando início a uma reforma para ampliar seu atendimento aos 50 mil moradores do Aglomerado da Serra. O dinheiro da obra foi angariado a partir de um financiamento coletivo. A campanha Levante Favelinha foi realizada no crowdfunding Evoé Cultural.

Ao lado de Kdu, estão sua mãe, Miliane Rodrigues, Isabella Rodsil e Carla de Lá à frente do projeto. Confira abaixo o vídeo produzido pela Max Milhas sobre o Lá da Favelinha:

#empreendedorismo#inovação#empreendedorismosocial#ládafavelinhaFavoritar

Fonte: O Tempo

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.