Notícias

< voltar
25/Mar/2019 - 09:47 - Atualizado em 25/Mar/2019 - 09:56

Sebrae Minas lança edital para prestação de serviços no Sebraetec

Programa vai credenciar empresas que trabalham nas áreas de desenvolvimento tecnológico, produção e qualidade, design e sustentabilidade


Por Redação Belo Horizonte/MG

O Sebrae Minas está com inscrições abertas para o edital de credenciamento de prestadores de serviço do programa Sebraetec em Minas Gerais. A iniciativa oferece consultorias subsidiadas a pequenos negócios nas áreas de desenvolvimento tecnológico, produção e qualidade, design e sustentabilidade. A expectativa é de credenciar cerca de 500 prestadores de serviços em até cinco anos.

Diferentemente do último ano, nesta edição do edital é permitida a participação de empresas privadas como prestadores de serviços do Sebraetec. O Sebrae Minas vai arcar com 70% dos recursos necessários ao desenvolvimento do projeto aprovado no programa. Os 30% restantes ficarão por conta do empreendedor.

A previsão é de que mais de 2 mil pequenos negócios em Minas Gerais sejam beneficiados com a iniciativa até o final deste ano. “Ser um prestador de serviço do programa Sebraetec é uma ótima oportunidade para as empresas alavancarem seu mercado, prestando serviço para o Sebrae em todo o estado de Minas", destaca Tarcísio Fagundes, analista do Sebrae Minas. Para ele, o programa ajuda a tornar a empresa mais competitiva, por meio da inovação e da utilização de recursos tecnológicos.

Os candidatos a prestador de serviço credenciado do Sebraetec devem ser pessoas jurídicas, com atuação há pelo menos um ano nas áreas requisitadas para prestação de serviço: desenvolvimento tecnológico, design de ambiente e de comunicação, produção e qualidade, e sustentabilidade.

O edital e mais informações sobre o Sebraetec podem ser acessadas por este link.

#Sebrae#negócios#edital#serviçosFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.