Notícias

< voltar
17/Jul/2018 - 11:21 - Atualizado em 17/Jul/2018 - 11:42

Startup paga mil reais para passageiros com problemas em voos

Quick Brasil deposita o dinheiro em até 7 dias na conta do passageiro e assume processos contra as companhias, ficando com todos os ganhos do litígio


Por Redação Belo Horizonte/MG

Atrasos ou cancelamentos de voos são mais comuns do que possa parecer. Segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), foram registrados mais de 72 mil cancelamentos, entre voos domésticos e internacionais. Os motivos são os mais diversos, mas no final das contas o grande prejudicado é o passageiro, que não tem a quem recorrer e acaba deixando a falha de lado.

São poucos os que assumem o risco de levar adiante uma reclamação e transformá-la em processo. Por isso, uma startup tem como proposta dar suporte prático e rápido a passageiros lesados em mais de quatro horas por problemas das companhias.

A Quick Brasil antecipa uma remuneração de mil reais aos consumidores e assume os riscos de negociar reparações maiores com as companhias. Os ganhos do litígio ficam todos com a empresa.

Em operação desde outubro do ano passado, a startup já ajudou mil passageiros e faturou R$ 1 milhão. A meta é quintuplicar os ganhos até o fim de 2018. Segundo o advogado e fundador da startup, Thiago Naves, há oito milhões de passageiros que sofrem com atrasos e cancelamentos de voos por ano. Desse total, 10% têm danos superiores a quatro horas, passíveis de retratação financeira. No entanto, dessas 800 mil pessoas, apenas 80 mil procuram seus direitos. Com base nisso, os empreendedores calcularam um potencial de ganho de R$ 400 milhões anualmente.

#empreendedorismo#inovação#tecnologia#startup#negóciosFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.