Notícias

< voltar
17/Jan/2018 - 10:00 - Atualizado em 16/Jan/2018 - 12:15

Startup se destaca no mercado chileno com maionese vegana

The Not Company utiliza inteligência artificial para criar fórmulas de alimentos convencionais com base apenas em ingredientes vegetais


Por Redação

Fórmula da maionese substitui o ovo por uma mistura feita com ervilha, grão-de-bico, tremoço, entre outros ingredientes
Crédito: The Not Company/Facebook

Uma startup alcançou o terceiro lugar no mercado de maionese no Chile após desenvolver um produto vegano, com 100% de ingredientes vegetais e sem lactose, sem transgênicos, sem glúten, sem colesterol, sem ovo e sem soja.

Para produzir a NotMayo, a The Not Company substituiu o ovo por uma mistura feita com ervilha, grão-de-bico, tremoço, entre outros ingredientes. A maionese tem um sabor parecido ao do produto original, mas inova ao permitir o acesso dos consumidores a uma alimentação saudável, independentemente do poder aquisitivo.

Para chegar no atual produto, o chileno Matias Muchnick realizou várias tentativas de criar produtos veganos que pudessem ser comercializados. Depois de muitos erros e acertos, foi na inteligência artificial que Muchnick conseguiu viabilizar a maionese vegana. Ao lado de Karim Pichara, doutor em Ciência da Computação, e Pablo Zamora, doutor em Bioquímica, ele criou, em 2016, um sistema capaz de gerar fórmulas correspondentes a alimentos conhecidos com base apenas em ingredientes vegetais.

Segundo os sócios, um dos objetivos da startup é promover a democratização de produtos saudáveis. No mercado chileno, as vendas não são direcionadas apenas para pessoas defensoras da causa animal. Cerca de 85% dos consumidores da NotMayo não são veganos. A The Not Company está atrás apenas da Hellmann's e da Kraft Foods.

Este ano, a startup pretende chegar a países sul-americanos, como Argentina, Colômbia e Brasil. Além disso, a ideia da The Not Company é começar a comercializar alimentos não-lácteos e versões vegetais de salsicha, linguiça e mousse de chocolate, entre outros produtos.

#inovação#startup#saúde#alimentos#veganismoFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.