Notícias

< voltar
20/Jul/2018 - 08:00 - Atualizado em 19/Jul/2018 - 18:07

Walmart investe em inovação para enfrentar a Amazon

Empresa, que contratou mais duas mil pessoas para desenvolver novidades, se aproximou de startups com soluções inovadoras


Por Redação Belo Horizonte/MG

A Amazon é uma das maiores empresas do mundo e para bater de frente com ela é preciso investir bastante em tecnologia e inovação. O Walmart parece estar disposto a tentar enfrentar a gigante tecnológica.

Uma das estratégias do Walmart é Store Assistant, que busca melhorar a experiência do consumidor. Como parte disso, a empresa criou um mapa de lojas em seu aplicativo para smartphones. O recurso traz mapas exclusivos para cada loja, em que os clientes conseguem saber onde cada item está localizado, por corredor e prateleira.

Integrado ao mapa, o aplicativo ganhou um novo recurso que permite fazer listas, em que podem ser inseridos termos personalizados, dessa forma, além de registrar os desejos de compras, o app mostra o estoque dos produtos em cada loja.

A empresa está integrando os dados de compra de seus clientes no aplicativo, para que todos os itens comprados - seja em lojas físicas ou virtuais - possam ser acessados de forma simples. É possível digitalizar um recibo em papel e usá-lo em transações futuras ou solicitar uma devolução pelo próprio app. A empresa ainda estuda integrar o recurso com aparelhos domésticos inteligentes e criar uma interação por voz.

O Walmart também aposta em robôs, que serão responsáveis por organizar prateleiras, reposicionar e devolver produtos, além de acompanhar estoque. Os robôs checam se os preços estão atualizados, controlam itens do estoque e visitam o setor de alimentos duas vezes ao dia.

Para otimizar o serviço nas lojas, o processo de descarga e organização de mercadorias no estoque foi automatizado com uma máquina que transporta os produtos e reabastece as prateleiras.

Por fim, o serviço Jetblack, que analisa o perfil dos clientes assinantes - seja por uma ligação ou por uma análise dos armários nas casas - e, a partir disso, envia os produtos para as pessoas. Os usuários podem fazer pedidos e receber itens em casa ou acessar sugestões de compras. O serviço usa uma combinação de inteligência artificial e conhecimento humano para aprender mais sobre os clientes.

#inovação#negócios#WalmartFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.