Notícias

< voltar
04/Ago/2016 - 14:59

Empresa mineira recebe aporte após convite da NASA

Agrosmart propõe o conceito de cultivo inteligente, proporcionando até 60% de economia no uso de água e energia


Por Redação


A empresa Agrosmart, fundada pela mineira de Itajubá, Mariana Vasconcelos, recebeu aporte do Fundo de Inovação Paulista e agora faz parte do portfólio de empresas da SP Ventures. O fundo possui patrimônio de R$ 105 milhões e realiza aportes que variam de R$ 2 milhões a R$ 6 milhões por companhia.

Fundada em 2014, a Agrosmart utiliza o conceito de cultivo inteligente, monitorando plantações em tempo real. A plataforma proporciona uma economia de até 60% no uso de água e energia na irrigação. Ela monitora mais de 10 variáveis ambientais e ainda faz recomendações em relação à irrigação, doenças e pragas.

Tudo isso funciona a partir da instalação de sensores por todo o campo, que são responsáveis por monitorar a plantação. Os dados fornecidos pelo aplicativo podem ser acessados de qualquer lugar, seja computador, smartphone ou tablet.

A empresa foi convidada pela NASA, Agência Espacial Americana, para um programa de transferência de tecnologia. Além disso, o Google selecionou a empresa para receber um investimento e participar do programa Lauchpad Accelerator. Tais conquistas vieram após a Agrosmart ser premiada no Call to Innovation e depois de participar do programa “Global Solutions Program” , na Singularity University.

Conheça a Agrosmart 
Foto: Agrosmart

 Favoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.