Notícias

< voltar
11/Mai/2018 - 13:56 - Atualizado em 11/Mai/2018 - 17:19

Fórum de Cidades Digitais BH discute a modernização e eficiência no setor público

Inteligência e tecnologia para os municípios é a proposta do evento que será realizando no final do mês


Por Alysson Lisboa/SIMI Belo Horizonte

Uma parceria inédita entre o Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, e a Rede Cidade Digital (RCD) vai garantir um maior fomento das cidades inteligentes no Estado. No dia 29 de maio será realizado o I Fórum de Cidades Digitais da Região Metropolitana de Belo Horizonte, visando levar informações aos gestores públicos sobre o uso de tecnologia no desenvolvimento socioeconômico das localidades.

As inscrições para o evento já estão abertas e podem ser feitas pelo http://forum.redecidadedigital.com.br/. Com a necessidade cada vez mais de se reduzir custos e de tornar os serviços prestados ao cidadão mais ágeis e eficientes, o diretor da RCD, José Marinho, destaca a necessidade das Prefeituras incluírem as Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) como estratégicas no planejamento municipal.

Marinho explica que o Fórum, pautado para levar soluções, principalmente, para os pequenos e médios municípios, proporciona a interação entre as Prefeituras sobre o que pode ser feito para resolver os problemas das cidades. “A tecnologia é transversal numa administração pública e, portanto, pode dar dinamismo e proporcionar inúmeras oportunidades de crescimento socioeconômico com todo esse ambiente de conectividade das cidades digitais e inteligentes”, disse o diretor da RCD.

Para a diretora de Inovação Social e Ambiental do Governo de Minas, Lívia Leão, a parceria é estratégica para fomentar para o surgimento das cidades inteligentes no Estado. “A Rede Cidade Digital, como iniciativa consolidada no país, vem trabalhando temas inovadores, trazendo informação de qualidade para os gestores públicos não só municipais, mas também estaduais. Isso é de fundamental importância para que a informação chegue até as pessoas e o trabalho da Rede vem cumprindo com esse objetivo. E o Governo de Minas encara essa parceria como uma oportunidade de levar aos nossos municípios mineiros mais conteúdo de qualidade e com certeza um posicionamento desses municípios no cenário da ciência, tecnologia e da inovação, que consequentemente são chaves para o desenvolvimento econômico”.

Lívia também ressalta a importância do encontro para que os municípios tenham acesso às políticas públicas para o setor. “Políticas públicas que vem fazendo a diferença não só nos municípios, mas também no Estado e na União”, observou ela sobre a participação de representantes do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Estado e municípios. “O governo de Minas aposta na tecnologia e inovação. Todas as nossas políticas públicas são direcionadas para essa questão. Exploramos muito isso no contexto de municípios mais inteligentes, humanos e sustentáveis”, completa.

Na programação, teremos casos de sucesso regionais, exemplos de outros estados,  como de Monteiro Lobato – pequeno município paulista, mas que têm se destacado pelo uso estratégico da tecnologia e será apresentado pela Prefeita Daniela de Cássia. Além disso, os gestores conferirão políticas públicas estaduais e federais, especialistas e soluções e inovações de mercado.

Varginha e Uberaba já sediaram eventos da Rede Cidade Digital, promovidos em conjunto com Prefeituras e Associações de Municípios, visando promover a discussão regional sobre o tema. Ao todo, prefeitos e gestores de 70 municípios participaram dos fóruns em busca de informações que possam subsidiar projetos nas cidades.

As inscrições para o I Fórum de Cidades Digitais da Região Metropolitana de Belo Horizonte são gratuitas para servidores públicos e podem ser feitas pelo http://forum.redecidadedigital.com.br/bh.

#cidadesdigitaisFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.