Notícias

< voltar
17/Mar/2017 - 10:00 - Atualizado em 20/Mar/2017 - 08:46

Mineiros inovam ao oferecer serviço de realidade virtual para arquitetura

Startup VirtualSense possibilita que clientes tenham a experiência de andar pelo próprio apartamento antes mesmo de ser construído


Por Renato Carvalho/SIMI Belo Horizonte

A startup mineira VirtualSense quer revolucionar o modo que as pessoas se relacionam com projetos de arquitetura. A empresa usa o poder de imersão da realidade virtual para proporcionar uma experiência inovadora aos seus clientes.

Fundada pelo trio João Pedro Torres, arquiteto, Glauco Mordente, engenheiro de software, e Hélio Xavier, responsável pela computação gráfica, a startup surgiu com o objetivo de tornar mais fácil para o arquiteto/empreendedor transmitir o conceito do projeto para seus clientes.

A partir de desenhos técnicos, a equipe trabalha em conjunto para garantir o melhor resultado. “Trabalhamos o projeto em um programa de processamento gráfico, levando em consideração o detalhamento das geometrias, texturas das superfícies, condições de iluminação, detalhes de humanização, que tornam o ambiente mais palpável e os percursos que o cliente pode fazer ali dentro”, explicou Glauco.

O foco da VirtualSense são os empreendimentos imobiliários, mas o serviço também pode ser útil no varejo para exposição de produtos e decoração de ambientes, avalia o engenheiro de software. “O cliente pode experimentar como é estar em seu novo apartamento, com móveis da forma como planejado, antes mesmo de colocar o primeiro tijolo.”

Após o produto ser finalizado, o cliente recebe os arquivos para usar em dispositivos de realidade virtual, como Oculos Rift, HTC Vive, e também na tela do computador. O projeto pode, também, ser visualizado em dispositivos móveis, na forma de um vídeo 360º publicado no YouTube.

Caso o cliente prefira, a empresa oferece ainda o aluguel de equipamento, que pode ser ideal para apresentação em estandes ou em lojas.

#inovação#startup#VR#arquiteturaFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.