Notícias

< voltar
22/Nov/2016 - 00:00 - Atualizado em 30/Nov/2016 - 11:13

Startup mineira desenvolve sistema inovador para gestão do lixo

Residuall vai lançar, até o fim do ano, mais dois novos serviços de gestão de resíduos


Por Paula Isis/SIMI Belo Horizonte
Crédito: Divulgação

“Cuidar do lixo do mundo”. Esse é o lema da startup mineira Residuall. Com pouco mais de um ano de atuação, a ideia da startup surgiu quando o CEO, Luiz Grilo, estudava Engenharia de Controle e Automação na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em 2014. Durante o curso, o jovem estudante recebeu a missão de criar soluções para alguns problemas da universidade. “O desafio que recebi foi o de melhorar a gestão de resíduos na UFMG. Foi daí que tive a ideia de unir minha área de formação com a de resíduos”, conta.

Assim, durante uma iniciação científica, surgiu o primeiro protótipo da Residuall, um sensor para lixeiras que avisasse em tempo real o momento ideal de coleta e assim diminuísse os custos logísticos.

Com foco no desenvolvimento de tecnologias que proporcionem novas experiências entre as pessoas e os resíduos, a empresa já está com um software no mercado que atua em empresas coletoras de resíduos. O sistema permite que elas tenham todo o controle, segurança e informação da gestão. “Já conseguimos reduzir em 40% os custos operacionais de uma empresa, com essa nossa primeira versão do sistema”, comemora o CEO.

Neste mês, a startup iniciou o projeto de expansão da solução para os geradores de óleo de cozinha usado para bares, restaurantes, condomínios, etc. Isso permitirá que os proprietários destes estabelecimentos solicitem e agendem suas coletas através do sistema, de modo a garantir mais facilidade e agilidade em sua gestão de resíduos.

Até o final deste ano, Grilo conta que a startup pretende lançar softwares voltados para geradores e coletores. Além disso, no primeiro semestre de 2016, “nosso recipiente com hardware já começará a passar pelos primeiros testes”.

SEED como divisor de águas

A Residuall é uma das 35 startups finalistas da 3ª rodada do SEED, programação de aceleração do Governo do Estado de Minas Gerais. “O SEED foi um ponto de virada para a nossa empresa. Através de todo o conteúdo e mentorias fornecidos pelo programa, temos percebido uma grande evolução da maturidade da nossa empresa. Por sermos bem jovens, é muito importante ter esse contato com pessoas especialistas e mais experientes para que possamos amadurecer cada vez mais como empreendedores”, ressalta.

Grilo destaca que os investimentos do programa são um fator que contribuiu bastante para o avanço da startup, além de possibilitar o pagamento de bolsas pra todos que atuam na empresa. “Outro ponto bem interessante do programa é a aproximação entre nós, startups, com as grandes empresas. Já tivemos contatos com empresas nacionais, multinacionais e até governos estrangeiros“, finaliza.

#seed#startup#resíduos#gestãodolixo#residuallFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.